21 set Aspectos da Vida Moderna

Dr. Maurício Abrão é ginecologista e obstetra, presidente da Associação Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva (SBE).

Por várias razões a vida moderna tem impactado o organismo da mulher. Inegavelmente o perfil das doenças hormônio dependentes (relacionadas a hormônios) teve uma grande modificação nas últimas décadas. Doenças como infertilidade, endometriose, câncer de mama e do endométrio, além de doenças endocrinológicas, urológicas e imunológicas apresentaram um aumento relevante na sua prevalência.

Dentre as principais razões para isto, destaco:

– Hoje a mulher menstrua mais vezes durante a vida. Cem anos atrás, a mulher menstruava em média 40 vezes durante a vida e hoje, por ter menos filhos e demorar para engravidar, menstrua cerca de 400 vezes;

– Inegavelmente o estresse está relacionado à liberação de hormônios e consequentemente está associado a várias doenças hormônio dependentes;

– O estresse também é um fator importante no desarranjo imunológico do ser humano e na predisposição para vários tipos de câncer;

– Fatores ambientais associados à poluição, como a dioxina, produto da combustão de poluentes, se depositam no tecido gorduroso humano, tem degradação lenta (até 7 anos) e são importantes liberadores de hormônios, associando-se também a doenças hormônio dependentes;

– A dieta do mundo moderno, de diversas maneiras (por exemplo, através da ingestão das gorduras trans) também é muito nociva para o ser humano.

Desta forma, prevenção e diagnóstico precoce de doenças relacionadas à vida moderna são fundamentais para a mulher de hoje.

A Clínica Medicina da Mulher sempre se preocupou em olhar globalmente para suas pacientes, através dos ginecologistas e obstetras, psicóloga, nutricionista, fisioterapeuta, enfermeiras, acupunturista, médicos da dor e, mais recentemente, passou a contar com a participação importante de endocrinologista, dermatologista e urologista.

Dr. Mauricio Abrão
CRM 52842